Pages

segunda-feira, 11 de maio de 2015

Varicocele...uma doença silenciosa

Bom dia meninas

Eu ja falei tanto de nós mulheres aqui no blog,ne...mas todas sabemos que a gravidez nao depende so da gente.
Entao hj vou falar dos homens...sim...rsrs...pq nao adianta a gente se submeter a todos os tipos exames (alguns dolorosos) e que causam constrangimentos na maioria das vezes,ne.Pois mtas vezes o problema esta com o homem...que quase sempre é teimoso e nao quer fazer a parte dele.

Meu marido colaborou e fez a parte dele(graças a Deus)...mas nem todo homem quer ir ao medico e mto menos quer fazer o espermograma...se dizendo fértil...e que nao precisa dessas coisas .
Mas nao é bem assim...

Pq sinceramente os homens ja ficam com a parte divertida da historia,ne rsrsrs 
Eles nao passam horas pensando:
-Sera que ovulei???
-Sera que engravidei???
 E nao precisam ficar medindo temperatura de manha e nem ficam la deitados na cama depois de namorar, tudo pra garantir que os peixinhos nadem na direção certa rsrsrs
Nao.... eles simplesmente contribuem com a semente e seguem a vida sem precisar se preocupar se a terra foi bem regada...se a semente vai germinar...se vai crescer kkkkk

Entao não custa nada eles irem ao medico e ver se esta tudo bem...pois mtas vezes a doença é silenciosa ...como é o caso da varicocele.


Varicocele: uma doença silenciosa e perigosa no homem

Toda vez que um casal não consegue engravidar, a mulher, na maioria das vezes, procura seu ginecologista. No entanto, o homem também pode apresentar problemas em até metade dos casais. 

Dentre os problemas mais frequentes, a varicocele, sem dúvida, é o mais importante.
 A varicocele é a dilatação das veias do testículo
O processo é semelhante ao que acontece nas varizes de outros locais do corpo: há uma insuficiência das veias de drenagem dos testículos que leva a um represamento sanguíneo e a uma dilatação venosa. Como já mencionamos, a varicocele é a principal causa de infertilidade nos homens.

Preciso pensar em varicocele?

Estima-se que no mundo inteiro, ela ocorra em cerca de 20% dos homens. Em casais com problemas para engravidar, esta proporção pode aumentar para 35%. Muitas vezes, o diagnóstico precoce é importante, pois seu aparecimento se dá entre os 14 e 15 anos de idade. Outros sintomas que a varicocele também pode causar são dor e diminuição do tamanho testicular.
A varicocele é encontrada predominantemente no lado esquerdo, algumas vezes nos dois lados e, raramente, apenas no lado direito. Atualmente, com o uso de métodos como o ultrassom, fazemos mais diagnósticos de varicocele bilateral.

Mas porque a varicocele pode levar a infertilidade?

A explicação é interessante. Os testículos estão situados fora do corpo (no escroto) por um motivo: a temperatura adequada para produção dos espermatozóides deve ser de aproximadamente 1,5 a 2,0ºC mais baixa que a temperatura do nosso corpo. Quando há varicocele, o sangue fica represado ao redor dos testículos, aumentando a temperatura testicular e prejudicando o processo de formação de espermatozóides. Além disso, este sangue represado leva a um aumento de algumas substâncias tóxicas, como os radicais livres de oxigênio. A consequência é uma diminuição da produção, da movimentação e do funcionamento dos espermatozóides.

Como posso saber se tenho varicocele?

Na maioria dos casos, a varicocele é assintomática. Portanto, ela pode prejudicar a função dos testículos sem dar nenhum sintoma! A medida mais importante para o diagnóstico é o exame físico realizado por um urologista. Quando suspeitamos da presença de varicocele, podemos confirmá-la com um ultrassom dos testículos.

E quando a varicocele precisa ser tratada?

Durante e investigação de um homem portador de varicocele, é fundamental que sejam realizados no mínimo dois exames de espermograma, para avaliar a quantidade e qualidade dos espermatozóides produzidos. Nestes casos, é muito comum encontrarmos alterações, principalmente se este homem está tentando ter um filho e não consegue. Nesta situação, dependendo da avaliação conjunta que é feita na mulher, o tratamento é importante já que os efeitos nocivos da varicocele são progressivos. Cerca de 40 a 70% dos homens apresentam melhora do espermograma após o tratamento.
Assim, a mensagem é: aqueles que têm varicocele diagnosticada no exame físico, infertilidade e alteração de espermograma podem ter indicação de tratamento cirúrgico. Outras indicações são: dor ou diminuição do tamanho do testículo.

Como é o tratamento da varicocele?

Hoje em dia, a cirurgia que realizamos com mais frequência é feita na região da virilha e com o auxílio de um microscópio, já que as veias dilatadas são muito finas para serem vistas a olho nu. Esta técnica apresenta também melhores resultados. A cirurgia dura aproximadamente 45 minutos de cada lado e o paciente pode ter alta do hospital no mesmo dia. A cirurgia laparoscópica é outra opção, mas muito menos usada em nosso meio. A embolização da varicocele é um processo menos invasivo, feita de modo semelhante a um cateterismo. No entanto, ainda apresenta resultado inferior à cirurgia microscópica.
Após 3 a 6 meses o homem deverá repetir o espermograma para avaliar o resultado. Vale então a dica: fique atento a esta silenciosa, mas importante doença para a fertilidade do homem!fonte

Entao...gente
Volto a reafirmar os maridos tbm precisam fazer a parte deles...
Precisam se consultar ,nem que seja pro medico dizer que esta tudo bem,ne.


Fico na torcida por quem precisa convencer o marido a ir ao medico...
Bjo

14 comentários:

  1. Eu e meu esposo começamos a investigar a nossa infertilidade juntos e em nenhum momento ele apresentou resistência alguma para realizar nenhum dos exames solicitados. Mas, sei de alguns homens que resistem bastante a fazer um espermograma. No fundo, no fundo eles sentem receio de que seja constatado alguma alteração e que isso comprometa sua virilidade, pois em suas cabeças a infertilidade masculina é sinônimo de impotência sexual.
    Beijos!!!!

    ResponderExcluir
  2. Meu marido teve varicocele, ele operou, e tomou vitaminas e após 9 meses eu engravidei !!! Mas por falta de informação demoramos mt pra descobri e mais um tempo pra operar...é mt importante o marido fazer o espermograma!

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabi, boa noite! Seu marido se queixa de dores na região da cirurgia? Qual era o resultado do exame de espermograma antes e depois da cirurgia?

      Muito obrigado!
      Se possível me mande por email: ronny4321@gmail.com

      Excluir
  3. Muito bom seu post Nise... muitas vezes achamos que o problema está na mulher e como você disse, faz um monte de exames horríveis, quando por fim o problema está no homem e o exame deles é bem mais fácil...

    Bjos!
    Ly
    http://nossosdiasnossaespera.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Todo cuidado é pouco, principalmente quando percebemos que há algo errado.
    Graças a Deus meu esposo é bem parceiro e não reclama de exames, até agora o médico pediu somente espermograma pra ele, mas vou dar uma sondada pra ver se há necessidade de mais alguma coisa nem que seja só pra garantir mesmo.

    Beijão

    http://cheirodemilagre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oiii Nise...
    Que ótimo!!
    Com certeza quando começarmos a tentar um baby conto com ele para fazer os exames, acredito que ele irá fazer sem problemas *-*
    Adorei o post, não conhecia e fiquei feliz por saber que tem tratamento no caso disso existir por aqui no futuro...

    Beijinhos!

    http://laresmeraldafeliz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. hahah ei ri no inicio do post realmente tem muitos homens que nao querem ajudar ne
    porem tem que fazer tudo pra vir um bebezinho
    bjos
    http://tpmamoretc.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Nise

    Meu marido graças a Deus sempre colaborou, mas o machismo nosso de cada dia pode atrapalhar a descoberta de tudo isso. Bjs!

    ResponderExcluir
  8. É tão chato quando há essa resistência por parte deles, né? Eu e meu esposo conversamos muito sobre isso, acho que ambos devem contribuir em tudo pra vir o baby. Até porque não tem como tratar se não houver diagnóstico, né? Beijos! ;*

    ResponderExcluir
  9. Acredito que quando começarmos a preparar nosso filhotinho marido irá colaborar sim. É muito comum eu marcar exames de rotina e ele também ir na mesma época.

    ResponderExcluir
  10. infelizmente, esse problema de infertilidade ainda mexe muito com a masculinidade dos homens, talvez por isso que alguns deles não queiram se submeter aos exames. eu ainda não conhecia a doença e falta muito pra eu engravidar, mas foi ótimo descobrir e ficar em alerta.

    ResponderExcluir
  11. Ni,
    Que bom que o Adrinao fez todos os exames. pq o meu ainda não fez nada. Aff vou dizer, viu...
    BJs,
    Vania

    ResponderExcluir
  12. Nise é verdade! Mulher sempre carrega esse estigma de que o problema tá com ela. Mas que post interessante e informativo! Como sempre! Beijo!

    ResponderExcluir
  13. Galera, blz? Eu vim nesse e em outros blogs para compartilhar minha experiência de pós-operatório, pois encontrei poucos relatos de pessoas que passaram pela cirurgia de correção de varicocele. Então, eu fui ao urologista porque sempre desconfiei que o meu saco escrotal era pequeno. Após a consulta, meu médico me encaminhou o ultrassom, espermograma e testosterona (esse último foi a meu pedido). O ultrassom confirmou a varicocele bilateral, o espermograma indicou baixa contagem de esperma (26 M/ml) com 72% amorfos, a testosterona não foi bem analisada porque eu me consultei com um urologista, mas ficou entre os valores de referência do laboratório. Com esses resultados, decidi fazer a cirurgia, que por sinal ocorreu tudo bem. Sai no mesmo dia e fiquei de repouso em casa durante cinco dias. O inchaço do saco passou no quarto dia, mas neste período não senti dores ou qualquer outro incomodo. Após um mês reparei que meu saco escrotal tinha crescido, acredito que agora estava em um tamanho normal, o que me deixou muito satisfeito! Depois de um ano, retornei ao mesmo médico para repetir o espermograma. Ele também fez um exame de tato para ver se a varicocele retornou, e estava tudo bem. O exame mostrou alguma melhora: contagem de 42,3 M/ml e amorfos de 56%. Estes números não garantem que eu possa engravidar uma mulher, mas as chances com certeza aumentaram. Como sou novo, 25 anos e fiz a cirurgia com 23, foi me aconselhado a fazer um espermograma de tempos em tempos para verificar se a varicocele não retornou e também identificar se minha condição espermática melhora com o passar dos anos. Por fim, o que eu tenho para compartilhar com vocês é: não pensem duas vezes antes de fazer a cirurgia, é um procedimento simples que traz melhoras relevantes. Comentem com amigos, familiares e nos blogs porque quanto mais cedo você descobre a varicocele, menos danos ela causa para a fabricação de espermatozoides. Isso me faz pensar que esse tipo de exame deveria ser obrigatório para o homem na adolescência, pois a varicocele só é descoberta quando o homem tenta engravidar uma mulher e não consegue, o que na maioria das vezes ocorre quando ele tem 28 a 30 anos e já é um pouco tarde. Finalmente, não tenham vergonha de conversar com o urologista, as vezes o homem sente desconforto no escroto e prefere não falar nada para não assumir algum problema com o “sagrado pênis” e a virilidade.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita...
ESTE BLOG ESTA TEMPORARIAMENTE DESATIVADO
Nao estou atualizando,por isso os posts sao antigos
Mas fique a vontade para interagir com as seguidoras nos comentarios


Uma vez por semana eu libero os comentarios

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...