Pages

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Sexagem Fetal

Oi gente

Como voces estão?
Eu vou levando a vida sem novidades...ainda em pausa nas minhas tentativas e para nao dar um piripaque na cabeça vou postando uma vez por semana ....assim mato a saudade de vcs,mas nao fico afogada no tema baby a todo instante.

O post de hj é sobre a sexagem fetal...hoje em dia é mto raro encontrar um casal que nao quer saber o sexo do bebê,ne..
A maioria não espera o nascimento para descobrir e parte logo para as ultras...rsrsrs
Mas alem do costumeiro ultrassom agora ja da pra saber o sexo do bebê pelo exame de sangue...vc sabia disso?


Para a alegria dos pais, não é mais preciso esperar até a 17ª semana para fazer a ultra-sonografia com este objetivo. Com apenas um pouquinho de sangue da mamãe, com oito semanas de gestação, já é possível saber o sexo do bebê, independente da posição do feto para fazer a identificação. 

Após a grande descoberta do cientista chinês Y. Dennis Lo, de que no plasma materno existe DNA do feto, o biólogo molecular José Eduardo Levi, do Banco de Sangue do Hospital Sírio Libanês, realizou um estudo por seis anos para desenvolver um teste que identifica fragmentos do cromossomo Y no sangue materno. 
Estamos falando da Sexagem Fetal, um teste que, embora esteja sendo realizado desde 2003 aqui no Brasil, e ficando cada vez mais popular, ainda é desconhecido pela maioria dos casais. 

O teste é realizado através da análise do DNA fetal presente no sangue da mãe, pela técnica PCR (Reação em Cadeia de Polimerase), isto é, a amplificação do DNA. 
Durante a gestação existe a passagem de uma pequena quantidade de células fetais para o sangue materno, através da placenta. O exame dessas células revela o sexo fetal por um procedimento não-invasivo e sem riscos, pois requer apenas a coleta de uma amostra de no máximo 20ml de sangue da mãe. A enorme sensibilidade da PCR permite detectar pequenas quantidades de DNA fetal presente no plasma materno. 

Este teste fundamenta-se na identificação de partes do cromossomo Y - aquele que determina o sexo masculino no ser humano - na circulação materna. Após a coleta, o plasma é separado e o DNA, isolado do mesmo, é submetido à reação de PCR com oligonucleotídeos iniciadores derivados do gene DYS14 específico do cromossomo Y. 
O método de PCR desenvolvido para a determinação do sexo fetal possui excelente sensibilidade e especificidade, permitindo seu uso rotineiro e com índices de acerto superiores a 99% a partir de 8 (oito) semanas de gestação. 

Trocando em miúdos, a Sexagem Fetal é um teste não-invasivo, com excelente grau de acerto, a mulher não precisa de nenhuma preparação especial (não há necessidade de jejum) e todas as grávidas podem se submeter a ele. 

Com uma pequena amostra do sangue da mãe pode se encontrar poucas quantidades de DNA do feto. A presença do cromossomo “Y” indica que é um menino e a ausência dele, uma menina. No caso de gêmeos, se forem idênticos, univitelinos, o resultado é válido para os dois fetos. Em gêmeos fraternos, bivitelinos, o resultado “Y”, significa que ao menos um dos gêmeos será menino. Se o resultado der ausência de cromossomo “Y” pode-se dizer que ambas são meninas. 

O teste pode ser feito nos maiores hospitais e laboratórios do Brasil e o resultado sai em aproximadamente 5 dias úteis. 
O preço é salgado, em torno de R$300,00 a R$450,00, mas parece valer o alívio da curiosidade dos pais. 


Devido aos dados da tabela acima, a idade gestacional mais apropriada para realização do teste é a partir da 8ª semana. 

Atualmente, a Sexagem Fetal serve apenas para a determinação precoce do sexo, entretanto, outras aplicações para o DNA fetal obtido a partir do plasma materno estão sendo pesquisadas, o que permitirá, no futuro, o diagnóstico não-invasivo de uma série de doenças, tais como a ß-talassemia (tipo hereditário de anemia), a acondroplasia (nanismo) e até a Síndrome de Down. 

Acredita-se que, num futuro bem próximo, testes desse tipo venham a substituir a amniocentese (coleta de amostra de líquido amniótico) e biópsia de vilo corial (amostra da placenta) para obtenção do cariótipo fetal. As dificuldades residem no fato de a quantidade de células fetais no sangue materno ser muito pequena e de difícil identificação. 
Também será possível a determinação do genótipo Rh (D) fetal com esta mesma metodologia. 


Dúvidas mais frequentes


Quanto custa este teste? 

O teste custa em torno de R$300,00 a R$450,00, dependendo do hospital ou laboratório.


Os convênios médicos cobrem este tipo de exame? 

Não, pois ele não é considerado um exame de rotina ou estritamente necessário na gravidez. 


Quanto tempo demora para sair o resultado? 

Na maioria dos hospitais e laboratórios o resultado do teste sai em 5 dias úteis. 


Quem pode fazer o teste? 

Qualquer mulher grávida pode se submeter a este teste. Porém, ele não detecta gravidez. Assim, se uma mulher que não estiver grávida fizer o teste, este apontará resultado de menina, pois apenas identificará a ausência de DNA masculino. 


A sexagem fetal pode ser feita sem pedido médico? 

Sim, como é um exame não-invasivo e sem riscos, não é necessária solicitação médica. 


Qual é a idade gestacional ideal para a realização do teste? 

O teste pode ser realizado em qualquer fase gestacional, mas os índices de acerto são maiores com o avançar da gravidez. Portanto, aconselha-se que o teste seja feito a partir da 8ª semana, pois desta idade gestacional em diante o acerto é de praticamente 100% . 


O fato de a gestante ter tido gestações anteriores de meninos ou meninas interfere no resultado? 

Não. Mesmo em casos de a gestante ter gestações anteriores de menino ou menina não há interferência no resultado, pois o DNA fetal é rapidamente eliminado da circulação materna horas após o parto. 


E se a gravidez for gemelar (gêmeos)? 

Para gêmeos univitelinos (idênticos) o resultado é válido para ambos. Para gêmeos fraternos (mais de uma placenta), se o resultado do teste for menino, isto quer dizer que ao menos um dos gêmeos é menino. Se o resultado do teste for menina, indica que ambas as gêmeas são meninas. 


Pode haver resultado inconclusivo? 

Sim, estudos preliminares indicam que 5% dos testes apresentam resultados inconclusivos, principalmente se a mãe estiver nas primeiras 7 semanas de gravidez. Nestes casos, é necessária uma 2ª coleta, no mínimo após 2 semanas, para obter-se um resultado definitivo. 


E se a mulher recebeu transfusão de sangue ou transplante de órgão de um homem? 

Neste caso o exame não é indicado, pois o mesmo acusará um resultado positivo para menino, que pode não ser verdadeiro. 


O teste pode indicar alguma anomalia no feto? 

Não, o diagnóstico precoce e não-invasivo de anomalias através deste tipo de teste ainda está em estudo.
 


Creditos

Achei muito interessante este exame...pena que nao cabe no meu bol$o rsrsrs...senao qdo engravidasse iria correndo pro laboratorio pra saber o sexo do meu bebê ja logo no comecinho da gravidez rsrsrs.

Voces ja conheciam...fez ou faria este exame?
Beijos

17 comentários:

  1. Oi Nise

    Eu também acho bem caro, mas é uma ajuda e tanto para os ansiosos jajajaja.

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia não Nise, pena que é um custo alto né, mas é muito bacana saber tão cedo o sexo do baby...

    Beijocas flor!

    http://www.casaroucomprarumabicicleta.com.br/

    ResponderExcluir
  3. eu já sabia que existia essa possibilidade, porém não sabia que tinha que esperar as oito semana ainda.
    e o preço é alto né , vale mais esperar pra fazer a ultra rsrsrsrs

    beijos

    ResponderExcluir
  4. Eita muito bom
    achei mega salgado, pagaria só no caso de uma dúvida/curiosidade extrema kkk
    mas pra quem pode pagar é super válido.

    http://www.morenaemoderna.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi Nise, já conhecia, inclusive minha amiga fez e deu certo.
    O preço é muito salgado rs, acho que esperaria até a 17° semana.

    Bjus.

    ResponderExcluir
  6. Por isso amo seu blog, fico sabendo de cada coisa que nunca nem imaginei!
    É um pouquinho caro né? Mas para pessoas curiosas como eu vale super a pena!

    Beijos

    www.biologanadavaidosa.com.br

    ResponderExcluir
  7. Nise,
    Eu desconheci esse assunto. E é super caro não? Mais vale esperar para fazer a ultra mesmo. Não some, adoro seus posts!

    bjs
    http://nandinhah-tinha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oiii Nise..
    Achei bacana mas acredito que iria esperar pela ultra, aquele tempo de espera também é gostoso, já faz parte da gravidez ao meu ponto de vista, além do valor ser salgadinho e poder investir no enxoval do baby...rsrsr

    Beijinhoss!

    http://laresmeraldafeliz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Eu soube através de ultrassom as minhas duas gravidez mas se fosse ter uma terceira eu gostaria que fosse surpresa.
    Bjuss!

    ResponderExcluir
  10. Olá,

    Parabéns pela gravidez, comecei a seguir para continuar acompanhando :D

    beijo
    www.meuoutubro.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada flor...mas eu ainda nao estou gravida,rs
      bjo

      Excluir
  11. Ai ai ai ai por que é tão carooooo? Eu ainda tenho que esperar até final de agosto pra saber na morfológica... Óh céus!

    http://antesdopositivo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Já conhecia o exame mas até agora não conheço ninguém que tenha tido coragem de desembolsar esse din din todo... mesmo porque, uma hora vai dar pra ver no ultrassom...
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  13. Já ouvi falar, ele é bem queridinho entre as famosas neh...
    Pena que é muuuuito caro!!!

    Achei interessante esse caso de gêmeos, nunca tinha lido como funciona!!!

    Bjos!
    Ly
    http://nossosdiasnossaespera.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Nossa!!! Que coisa legal! Eu nem sabia que exisita! Vai ver então foi isso que aquela atriz Debora Secco fez né? Porque ela estava bem no início da gravidez quando já sabia o sexo do bebê dela...
    eu não sei se eu faria não porque ficaria pensando que poderia usar esse dindin para outras coisas e menos de dois meses depois já vai dar para saber pela ultra. Mas se eu tivesse sobrando... bom... aí já é outra história kkkkk Beijo!

    ResponderExcluir
  15. Não conhecia!
    Mas realmente achei o preço bem salgado! Pensa em quantas fraldas dá pra comprar com esse dindin hauhauah

    Bjus

    Taty

    ResponderExcluir
  16. Olha galera, realmente é meio salgado, do meu primeiro filho eu fiz, na época paguei 294,00 no Lavoisier. Estou de 16 semanas, já fiz 3 ultras na esperança de saber o sexo e o meu filhote não quer mostrar, sempre com o cordão entre as pernas. Me arrependo por não ter feito nessa gravidez tbm. Pois tenho receio que ele não mostre nem no Morfológico.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita...
ESTE BLOG ESTA TEMPORARIAMENTE DESATIVADO
Nao estou atualizando,por isso os posts sao antigos
Mas fique a vontade para interagir com as seguidoras nos comentarios


Uma vez por semana eu libero os comentarios

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...