Pages

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Histerossalpingografia ...que exame é esse?


Bom dia 
Como prometido hoje eu trago um post sobre o exame que precisarei fazer...vc ja tinha ouvido falar nesse exame? 
Histerossalpingografia. Muitas de nós nunca ouvimos falar nesse nome gigante e complicado, e se ja ouvimos(tentantes em geral) não sabemos muito bem do que se trata. 
Eu ja tinha ouvido falar,mas confesso que pesquisei mto pouco sobre ele...sei la ..se por medo,se por confiança de que nao precisaria passar por isso(sabe de nada,inocente...rsrs)...e o pouco que pesquisei me deixou com mto medo...
Vamos aprender um pouco sobre exame,então.

Os meses passam rapidamente e a gravidez não acontece. Uma consulta com o médico é realizada, alguns exames mais simples são pedidos e eis que surge  ele, o exame mais temido pelas tentantes, o monstro de 7 cabeças do mundo das tentativas, a Histerossalpingografia. Mas será que existe motivo para esse medo todo?

O que é histerossalpingografia?


A histerossalpingografia (ou histerosalpingografia) é um exame feito no útero e nas trompas uterinas e que serve para diagnosticar malformações dos órgãos reprodutores, doenças da cavidade uterina e do interior das trompas.  É indicada principalmente em casos de infertilidade e obstrução de trompas
A Histerossalpingografia é indicada em que caso?

É normalmente solicitada quando o tempo de espera por uma gravidez excede os 12 meses. Sem que seja encontrada outra causa provável para a infertilidade, o médico então sugere uma analise mais detalhada do útero e das trompas.

É principalmente indicado para mulheres que apresentaram DSTs ( doenças sexualmente transmissíveis), inflamações ou infecções uterinas e tubárias e para mulheres que realizaram reversão de laqueadura.

Preparação para a Histerossalpingografia 

Primeiro é preciso que a hipótese de gravidez seja afastada. É importante que seja realizada entre o 6º e o 12º dia do ciclo menstrual, sendo o primeiro dia de sangramento menstrual o primeiro dia do ciclo. 

Alguns laboratórios pedem que a paciente faça uso de laxantes para uma limpeza intestinal , afim de melhorar a visualização e diagnóstico do exame.

Podem ser utilizados  antispasmódicos e anti inflamatórios até 30 minutos antes da realização da Histerossalpingografia para diminuir a sensibilidade a dor.

Deve haver abstinência sexual de no mínimo 72 horas.
Alguns laboratórios pedem jejum de até 4 horas.

Exame histerossalpingografia

O exame de histerossalpingografia consiste em um raio X da cavidade uterina feito com uso de contraste. Ele mapeia a anatomia uterina e avalia a morfologia das tubas uterinas. Por meio desta análise, o médico pode dizer quais as condições dessas estruturas e investigar as possíveis causas de infertilidade da mulher
O procedimento em si é simples e leva algo em torno de 30 minutos. 
A mulher é colocada em posição ginecológica e com um instrumento chamado fluoroscópio, o médico introduz o contraste iodado no útero que deve seguir para as trompas.É feita então a  captura  de diversas imagens através da realização de uma sequência de raio x.

A Histerossalpingografia dói ?

A percepção de dor é muita relativa e varia de pessoa para pessoa. Muitas mulheres relatam apenas um incomodo similar ao percebido no papanicolau, outras dizem ter sentido alguma dor e há quem simplesmente fique mais de 1 hora na mesa do médico se contorcendo e dificultando a realização do exame. 

Entao é muito comum ouvir mulheres simplesmente apavoradas apenas com a possibilidade de precisar passar pela histerossalpingografia.

A verdade é que quanto mais tensa você estiver, maior a probabilidade de sentir dor. Com os músculos totalmente contraídos e tensos, seu corpo reage causando mais tensão e  fica  difícil proceder o exame.
A histerossalpingografia não é um monstro de 7 cabeças e muitas mulheres , a grande maioria hoje em dia, relata não ter tido grandes dificuldades durante o procedimento. 

Porem quando realizada com equipamentos sem qualidade, ou por profissionais despreparados, a histerossalpingografia pode ser realmente dolorosa e bastante desconfortável. O contraste também deve ser aquecido previamente, para evitar a contração uterina que também pode causar dor no momento do exame.

Histerossalpingografia e gravidez

A histerossalpingografia não pode ser feita se existir a possibilidade da mulher estar grávida. Ele pode ser prejudicial à saúde do feto.
Pelo exame, é possível descobrir também possíveis alterações morfológicas congênitas do útero, sinéquias uterinas (aderências dentro da cavidade uterina) e tumores intrauterinos. Mulheres que possuem histórico de abortos de repetição, doença inflamatória pélvica crônica e miomatose também costumam ser indicadas para a realização do procedimento.
O que esperar do resultado da Histerossalpingografia?

Trompas saudavéis
Através do resultado é possível saber se existe anomalias no útero que atrapalhem ou impeçam o progresso de uma gravidez e se existe passagem livre das trompas entre os ovários e o útero. 

Os espermatozoides precisam que as trompas sejam vias livres para que o óvulo seja fecundado e posteriormente para que o óvulo chegue ao útero e se implante no endométrio. O útero por sua vez deve apresentar condições normais para implantação e progresso gestacional.
Trompas obstruídas
Espera-se afastar ou confirmar obstruções parciais ou totais de uma ou de ambas as trompas,  verificar a anatomia uterina que deve ser normal, afastando a possibilidade de útero septado, bicorno, unicorno e etc, além de verificar a presença ou não de pólipos, miomas e sinéquias uterinas.


Reação alérgica ao contraste iodado

É importante informar o laboratório sobre a existência de alergia ao contraste iodado, para que o paciente seja orientado a fazer uso de medicamento adequado para evitar a reação alérgica. 

O laboratório também deve ser avisado sobre o uso de medicamentos contínuos pois alguns interferem no efeito do contraste como por exemplo betabloqueadores.

Se após o exame sentir náuseas , vômitos, coceira, pressão baixa e palidez, procure um médico e informe que realizou um exame com contraste iodado.


As reações normalmente são leves e resolvidas com a administração de medicação simples. Reações mais intensas são percebidas logo após a administração do contraste e o laboratório já deve estar preparado para sanar o problema.

Mulheres com histórico de muitas alergias crônicas, diabéticas e portadoras de doença renal apresentam maior probabilidade de alergia ao contraste.

Obs. A grande maioria das pessoas não apresenta qualquer reação alérgica ao contraste.

Histerossalpingografia ajuda a engravidar?

 Há relatos de mulheres que conseguem engravidar imediatamente após a realização deste exame, por conta do "desentupimento" das trompas.
Exame de histerossalpingografia
Exame de histerossalpingografia
Quando há uma pequena obstrução das trompas, pode ocorrer de fato. Mas é importante saber que este não é exatamente o foco do exame, que tem como objetivo encontrar possíveis alterações anatômicas ou funcionais que podem atrapalhar a chegada de uma gestação.

Histerossalpingografia onde fazer

É importante encontrar um bom laboratório, conceituado e conhecido, para que o exame seja feito por médicos experientes e com equipamentos de qualidade. Nessas situações, a dor é mínima ou nula, e os resultados são confiáveis, podendo ajudar corretamente seu ginecologista a identificar quaisquer problemas.Fonte,Fonte
Bom..eu ja pesquisei em varias cidades...pois na minha nao faz esse exame(ôôô atraso de cidade,viu).E encontrei diversos preços que variam de R$350,00 a R$700,00.Eu optei por fazer na cidade que fica mais perto da minha...onde o custo do exame é R$430,00 ...pq escolhi esta opção?
Porque este valor de R$350,00 so valeria a pena se eu morasse em BH...ja que vou gastar gasolina ou passagem de onibus pra me deslocar.E a diferença de R$80,00 nem chega perto do que vou gastar pra ir ate BH.
Ainda nao marquei o exame,preciso esperar a menstruação chegar para então ligar na clinica.Qdo eu conseguir marcar venho contar pra vocês...ate lá fico na confiança de que Deus pode me abençoar e eu engravidar e nem precisarei passar por isso.
Beijos

6 comentários:

  1. Ahhh tahhh, jea ouvi falar nesse exame sim!! Dizem que é bem chatinho mesmo =/ Masss....se tem te fazer, né?!

    beijos!!

    ResponderExcluir
  2. Nise, vc sabe que sempre estou torcendo por você e estou sempre aqui.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  3. Nise...
    Não conhecia esse exame, só pelo nome já é complicado...
    Mas pelo que vi, é para uma boa causa né?!...
    Vivendo e aprendendo...

    Beijoo!

    http://laresmeraldafeliz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia e achei super interessante
    Realmente o que mais deve preocupar é a questão da alergia ao contraste

    Adorei conhecer mais, espero nunca precisar fazer...

    Bjus
    Taty

    ResponderExcluir
  5. Ja tinha ouvido falar desse exame e ate tinha que fazer mas na época eu tinha engravidado do meu primeiro baby, então nao precisei fazer kkkkk graças a Deus porque não queria sentir dor. Kkll beijo

    Blog || Instagram

    ResponderExcluir
  6. Oi Nise,
    tive consulta hj e acredita que o médico me pediu este exame, não entendi o motivo, meu caso não se enquadra em nenhuma das indicações citadas. Irei buscar uma segunda opinião, não que me expor a um exame tão invasivo sem a real necessidade de passar por ele.
    Vim logo aqui pra ler a respeito pq estou desesperada, achei q o tormento já tivesse acabado, mas não sai mto feliz da consulta não.
    Bjus

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita...
ESTE BLOG ESTA TEMPORARIAMENTE DESATIVADO
Nao estou atualizando,por isso os posts sao antigos
Mas fique a vontade para interagir com as seguidoras nos comentarios


Uma vez por semana eu libero os comentarios

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...